Hyldon

As Coisas Simples da Vida

Veterano da soul music brasileira, cantor Hyldon lança novo disco

 

 

Artista prepara shows do álbum Soul brasileiro e já tem projeto para novo CD, além de apresentação prevista em Lisboa.

 

Veterano da soul music brasuca, o cantor e compositor Hyldon estava há seis anos sem gravar quando lançou, em 2009, Soul brasileiro. O álbum contou com a participação de gente como Chico Buarque (colega do time Politheama, toca kalimba), Roberto Frejat, Zeca Baleiro (também parceiro na faixa  A moça e o vagabundo) e Carlinhos Brown, entre vários outros. Só que quase foi engavetado, já que, pouco depois de lançado, o músico recebeu o convite para gravar seu primeiro DVD. A história ficou parada até que, no ano passado, a Warner convidou Hyldon para refazer o álbum, já que a gravadora tinha também reformado seu estúdio. Dessa maneira, Soul brasileiro renasceu com o subtítulo Edição extra.

“A ideia era refazer somente as vozes. Só que começaram a aparecer outras, refiz as guitarras, fizemos uma nova capa”, conta Hyldon. O trabalho, que passou por novos processos de mixagem e masterização, conta agora com 15 faixas (há uma bônus, Estão dizendo por aí), mais o clipe de Música brazilian samba soul. O vídeo veio de uma participação que ele fez no Grêmio Recreativo Arnaldo Antunes, programa mensal que foi ao ar ao longo de 2011 pela MTV. Na gravação, Hyldon cantou ao lado de Céu, Seu Jorge, Karina Buhr, Lúcio Maia, Pupilo e Dengue (da Nação Zumbi), entre outros. “Com isso, o disco, que já conta com mais de 30 participações, teve outras 12.”
Os artistas que fizeram o clipe, liberado pela MTV para o disco de Hyldon, doaram seus direitos para a Casa dos Artistas. “A música teve repercussão boa, ficou entre as com mais acessos na MTV”, continua Hyldon. Esse encontro não terminou por aí. Desde então, ele vem fazendo parcerias com músicos de outra geração. “Tenho composto com Arnaldo, de quem fiquei amigo, também com Léo Cavalcanti e Mano Brown.” Diante disso, ele planeja novo álbum, com esses parceiros, talvez para este ano.
Antes, Hyldon começa a fazer os shows desse disco. O primeiro será dia 20, no Teatro Carlos Gomes, no Centro do Rio. Tem algumas datas ainda em abril, quando completa 61 anos (no dia 17 do próximo mês). “Estou muito contente com essa fase. Estou com uma banda de seis músicos, um bom apoio de metais”, conclui ele.
Outras vozes
A nova geração conhece Hyldon na voz de outros intérpretes. Na década de 1990, suas canções clássicas, As dores do mundo e Na rua, na chuva, na fazenda, ganharam versões de Jota Quest e Kid Abelha, respectivamente, que logo viraram hits radiofônicos. Agora, quem também se interessou pela obra do antigo parceiro de Tim Maia foram os portugueses do Os Orelha Negra. O Grupo de hip-hop vai se apresentar no Rock in Rio Lisboa, em 1º de junho, tendo como convidados Hyldon e Kassin.
Fonte: Portal Uai – Por Mariana Peixoto
   

Voltar