Hyldon

As Coisas Simples da Vida

Conexão Vivo BH recebe Marcelo Jeneci, Hyldon e Tulipa Ruiz

 

 

Após um mês de shows espalhados em cinco locais da capital mineira, 106 atrações já passaram pelos palcos do do Conexão Vivo BH. E nesta semana o projeto atinge seu ponto máximo trazendo  entre 25 e 29 de maio, 53 artistas de sete estados brasileiros nos dois palcos armados no Parque Municipal Américo Renné Gianetti – Sala Juvenal Dias do Palácio das Artes recebrá ainda simultaneamente outras oito atrações musicais nestes mesmos dias.

Já o Music Hall irá se transformar no dia 28 de maio num grande salão de baile com a Orquestra Cabaré, que terá como convidado o compositor carioca Edu Krieger e o soulman Hyldon.  Na abertura da noite, o samba-roqueiro Gustavo Maguá recebe como convidado o vocalista da banda paulistana Clube do Balanço, Marco Mattoli.

Os ingressos para o Parque Municipal começam a ser vendidos na próxima segunda-feira, 23 de maio, das 10h às 19h, nas bilheterias do parque. Os preços são R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia), à exceção do domingo, dia 29, que tem entrada franca.

A programação

A maratona começa dia 25 de maio com o encontro do samba dos mineiros do Capim Seco e o maracatu do pernambucano Siba, um dos fundadores do Mestre Ambrósio, a partir das 19h30. Em seguida, a inquietação e a irreverência da banda Porcas Borboletas, de Uberlândia, se misturam ao rock de Paulo Miklos, conhecido por seu trabalho nos Titãs.

A pegada punk rock com pitadas de samba , bolero e funk carioca de Deco Lima e o Combinado é a atração seguinte, com os convidados: Fred 04, o vocalista do Mundo Livre S/A, Angu Stereo Clube (MG) eo guitarristaAnderson Guerra. Ícone do samba-rock e mestre da mistura com sonoridades caribenhas, Marku Ribas recebe o contrabaixista paulista Zérró Santos. Encerrando a primeira noite, os brasilienses do Móveis Coloniais de Acajumostram porque são uma das revelações da nova música nacional, com um show empolgante e envolvente, que não deixa o público parado.

No dia 26 de maio um dos criadores do projeto Mostra Nova Música Instrumental Mineira, o multi-instrumentista Felipe José convida o violonista e flautista alagoano Elísio Pascoal para abrir a programação às 19h30. Em seguida, a cantora e percussionista pernambucana Karina Buhr apresenta seu disco de estreia, Eu Menti Pra Você, acompanhada por uma banda formada por nomes de peso como os guitarristas Edgard Scandurra e Fernando Catatau. A atração seguinte promove um encontro do cantor e compositor mineiro Vitor Santana com os cariocas Pedro Sá (guitarra) e Marcos Suzano (percussão). Depois do sucesso da participação no show de Lenine na abertura do Conexão Vivo, em abril, Tulipa Ruiz volta a BH para um show completo com sua banda. A noite termina em samba com o grupo Zé da Guiomar convidando o baterista Wilson das Neves, um dos mais respeitados e experientes nomes do instrumento em atividade.

Dia 27, 19h30, o rock sem guitarra do trio mineiro The Hell’s Kitchen Projectrecebe os cariocas da banda Autoramas para dar início ao terceiro dia de apresentações. A seguir, o rap encorpado e contundente da banda Julgamento divide o palco com Nathy Faria e Marku Ribas. Na sequência, a música popular contemporânea ocupa o palco com o convite de Lucas Avelarpara a participação de Affonsinho, antecedendo o encontro entre o virtuosismo do violonista Gilvan de Oliveira com um dos ícones da música de trio elétrico, o baiano Armandinho. A noite termina com o jovem talento Marcelo Jeneci apresentando canções de seu primeiro álbum, Feito Pra Acabar.

O penúltimo dia de apresentações (28), inicia com a inquietação das enxadas, tambores e sopros de Babilak Bah, encorpada pelo violão de Juarez Moreira. Logo depois, o samba de gafieria do Senta a Pua!, tendo como convidado o músico carioca Eduardo Neves, promete colocar o público pra dançar. Pra completar a animação, o Black Sonora sobe ao palco com muito groove e suingue, misturado ao soul do pernambucano Di Melo. O som eclético do Graveola e o Lixo Polifônico é a atração seguinte e tem como convidado Jards Macalé. Depois, Renegado convida Maria Alcina para encerrar a noite de sábado.

O domingo (29), último dia, reserva atrações para toda a família, com o diferencial que a programação é inteiramente gratuita. A cantora Sílvia Negrãoapresenta, às 10h, o musical Catibiribão, que resgata lendas e tradições da cultura brasileira, em um espetáculo para encantar crianças e adultos. A seguir, é a vez do baterista Wilson Dias e do violeiro Pereira da Viola,que convidam a cantora Patrícia Sene. A manhã segue com o som instrumental do saxofonista Cléber Alves convidando Nivaldo Ornelas, Mauro RodriguesTeco Cardoso. Depois, Juarez Moreira se apresenta com o premiado guitarrista Diego Figueiredo.

Na sequência, os ritmos afrobrasileiros da Suíte para os Orixás de Esdra “Neném” Ferreira e Mauro Rodrigues se encontram com o jazz de Renato Motha. A diversidade de estilos musicais de Juarez Maciel e Grupo Muda e a percussão corporal do grupo Barbatuques são as atrações seguintes. Para encerrar a maratona musical do Parque Municipal, o instrumentista Warley Henrique convida a cantora carioca, radicada em Minas, Aline Calixto.

Mais informações no site oficial da Conexão Vivo.

 

Fonte: Urbanaque

   

Voltar