Hyldon

Zondag in Amsterdam

Série prossegue com nova leva de shows | O Tempo

 

Show Sesc 2020-09-11 at 18.47.12

Após completar quatro meses no ar, a série Música #EmCasaComSesc prossegue com novas apresentações, sempre às 19h, no Instagram Sesc Ao Vivo e no YouTube Sesc São Paulo . Neste domingo, é a vez do cantor Odair José. Ao retratar os conflitos da paixão em sua face mais real, Odair José conquistou ao longo de décadas uma enorme empatia com as massas. Com mais de três dezenas de discos lançados, neste show o artista se apresenta em formato acústico, contemplando os maiores sucessos de sua carreira. O cantor se apresenta ao violão, e seu filho, Júnior Freitas, músico integrante de sua banda, o acompanha no violão e teclado.

Na segunda (14/9), o clarinetista e saxofonista Nailor Proveta apresenta seu trabalho em duo com o virtuoso violonista Alessandro Penezzi. Os dois interpretam o repertório autoral presente no disco “Velha Amizade”, de 2015, além de clássicos do choro e da MPB. Proveta é um dos mais importantes saxofonistas e clarinetistas brasileiros, criador da Banda Mantiqueira, grupo que formou em 1991 e está em plena atividade até hoje. Penezzi toca praticamente todos os instrumentos de cordas dedilhadas, mas destaca-se especialmente por seu trabalho com o violão de 7 cordas. Amigos e parceiros de som de longa data, Proveta e Penezzi apresentam neste show seus talentos como compositores, instrumentistas e improvisadores.

Na terça-feira (15/9), Hyldon apresenta a live “Na Rua, na Chuva, na Fazenda e na Sua Casa”. Acompanhado do seu violão, o cantor interpreta músicas que marcaram sua carreira, desde o primeiro single “Na Rua, na Chuva, na Fazenda” até o recente álbum “SoulSambaRock”. Hyldon promete também pontuar o show com histórias de sua trajetória e executar as composições feitas em parceria com Tim Maia (1942-98), Cassiano, Luiz Melodia (1951-2017), Mano Brown, Arnaldo Antunes, Rappin`Hood e Zeca Baleiro. Nascido em Salvador (BA), Hyldon é considerado um artista versátil e um hitmaker, além de ser produtor, baixista e guitarrista soul. Com mais de 40 anos de carreira, suas músicas fazem parte do imaginário de várias gerações, seja nas suas gravações originais ou regravações de novos artistas.

Acompanhada de piano e violão, a cantora Alaíde Costa faz uma retrospectiva de seu repertório, passando pelos momentos marcantes de sua carreira, na quarta-feira (16/9). Constam no setlist canções como “Onde Está Você” (Oscar Castro Neves e Luverci Fiorini), “Me Deixa em Paz” (Monsueto Menezes e Airton Amorim), “Ilusão à Toa” (Johnny Alf), “Estrada do Sertão” (João Pernambuco e Hermínio Bello De Carvalho) e “Retrato em Branco e Preto” (Tom Jobim e Chico Buarque). Alaíde começou a cantar aos 16 anos, no programa de calouros do compositor Ary Barroso (1903-1964) e na década de 60 se aproximou dos músicos do movimento bossa nova. Com voz suave, segura, e de grande domínio técnico (especialmente nas regiões mais agudas), caracteriza-se pela emissão delicada que dispensa o uso de vibratos. A intérprete apresenta-se acompanhada pelos músicos Giba Estebez e Vitor Alcântara.

Fonte: O Tempo

   

Voltar